Oito detentos fogem do Presídio Regional de Barão de Cocais

À meia noite do dia 1º de janeiro, oito detentos fugiram do Presídio Regional de Barão de Cocais, sendo que seis já foram recapturados. Restam apenas dois fugitivos, sendo os dois últimos foram recapturados pela Polícia na semana passada. Na fuga, os detentos serraram as grades da cela, atravessaram o pátio, subiram no telhado e conseguiram pular o muro de oito metros de altura, usando uma corda (chamada de tereza), improvisada de lençóis.

Segundo a Polícia Militar de Santa Bárbara, Wesley Neres da Silva, “Neguinho”, preso em casa na rua C, bairro Manga Nova, em Santa Bárbara, disse que ele pagou R$ 5 mil a um dos agentes penitenciários do presídio, que teria facilitado a fuga, mas alegou que não recordava o nome do funcionário. Ainda, segundo a Polícia, um agente penitenciário contou que durante a roda no pátio externo, ouviu um barulho estranho e viu detentos pulando do telhado para a área externa lateral e correndo em direção à escadaria da guarita dos fundos. Em seguida, os presos chegaram à guarita, que tem oito metros de altura, e pularam o muro do presídio. Para escapar, embrenharam em um matagal que dá acesso aos bairros Dois Irmãos, Garcia e Padre Trombert.

O agente disse ainda que pediu apoio, mas não conseguiu impedir a fuga. Os detentos estavam nas celas 7 e 9. Eles serraram a grade da porta, acessando a galeria onde serraram o cadeado do portão 7, localizado na portinhola da parede externa. Após isso, chegaram ao pátio interno e fizeram uma corda de lençóis (no jargão policial chamada de tereza), que prenderam na parte superior da grade, por onde escalaram e chegaram ao telhado.
A guarita por onde os detentos fugiram não tinha vigilância no Reveillon e o portão dela estava aberto. Dos oito fugitivos, restam dois para serem recapturados, Tiago de Oliveira Silva, 28 anos, e Tiago Gonçalves Cabral, 30 anos.
*Leonel Marques

Comentário

Comentários estão fechados

....

Veja também: