Guto Fonseca assume presidência da Câmara de Santa Bárbara

Foto de posse do presidente interino
O vereador Carlos Augusto Bicalho Fonseca, “Guto” (PDT), assumiu a presidência da Câmara Municipal de Santa Bárbara, em substituição a Juarez Camilo, que se encontra detido em cela especial no Presídio de Itabira, por ter curso superior. Após o afastamento do cargo por cinco dias, o regimento da Câmara fez empossar o vice, Guto Fonseca, depois da devassa ocorrida no Legislativo, quando oito pessoas foram presas e cinco vereadores, além de quatro servidores, afastados dos cargos, inclusive o ex-presidente da Câmara, Dedé Ramos e o advogado Frederico (Fredy) Ferreira.
Os suplentes assumiram as funções de vereador. O juiz de Direito da Comarca negou habeas corpus para os vereadores afastados. Santa Bárbara, há três semanas, foi palco de prisão de políticos acusados de cometerem crime de corrupção, sendo destaque na imprensa nacional.

Seis medidas
O presidente interino da Câmara Municipal de Santa Bárbara, Carlos Augusto Bicalho Fonseca “Guto” (PDT), anunciou as seis primeiras medidas que serão tomadas por ele e garantiu que está ciente do árduo trabalho que terá para erguer o Legislativo. Entre as medidas anunciadas pelo presidente interino estão a suspensão de todos os processos licitatórios até a verificação da legalidade, regularidade e necessidade da contração;suspensão de todos os pagamentos à fornecedores até a verificação da legalidade e regularidade do fornecimento e revisão de todos os contratos e convênios firmados.
Outras medidas anunciadas por Guto Fonseca a serem executadas em sua gestão, são a resolução da lei que regulamenta o uso de veículos evitando o desvio de função; a regulamentação do uso de diárias que garanta lisura e transparência em sua utilização e a convocação dos suplentes para a recomposição da Câmara Municipal.
*Leonel Marques e Comunicação/Câmara SB

Comentário

Comentários estão fechados

....

Veja também: