Santuário N Sra da Piedade comemora sábado os 250 anos de peregrinação

Foto de vista parcial do espaço do Santuário tomado pelos fiéis

O Santuário Nossa Senhora da Piedade celebra neste sábado, 30 de setembro, os 250 anos da fundação da ermida, primeira igreja do hoje Santuário dedicado à Padroeira de Minas Gerais, e de peregrinação ao espaço, na Serra da Piedade, em Caeté (MG).

Às 14h, perto do Jardim de Espiritualidade – Caminho das Dores de Nossa Senhora -, serão inauguradas placas que narram a história do Santuário e de personagens ilustres que ajudaram a compor a sua história. Em seguida, às 15h, o arcebispo dom Walmor celebra Missa, na Ermida da Padroeira. Às 16h45, serão homenageados os benfeitores e amigos do Santuário, com a Medalha Comemorativa deste Ano Jubilar. A homenagem é uma iniciativa da Arquidiocese de Belo Horizonte e do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais (IGHMG).

A consagração do Estado de Minas Gerais a Nossa Senhora da Piedade ocorreu em 1960, após o Papa São João XXIII reconhecer que Maria, Mãe da Piedade, é a Padroeira de Minas. Porém, as peregrinações ao Santuário começaram bem antes, no século 18. Tudo começa com a história de um milagre. Uma jovem, surda e muda, passa a falar e a ouvir após testemunhar a aparição de Nossa Senhora, no alto da Serra. Seu relato toca o coração de um português, Antônio da Silva Bracarena, que veio ao Brasil em busca de riquezas.

Bracarena se converte e decide investir tudo o que tem na construção de uma singela Igreja, no alto da Serra da Piedade. No dia 30 de setembro de 1767 – há exatos 250 anos -, ele consegue a autorização para construir a Ermida de Nossa Senhora da Piedade, no alto da Serra.

Programação:

14h – Início das Solenidades
15h – Missa
16h45 – Sessão solene coordenada pelo IHGMG para apresentação, bênção e outorga de Medalha Comemorativa aos amigos e benfeitores do Santuário da Padroeira de Minas

Saiba mais sobre história, riqueza, mitos e lendas da Serra da Piedade

Comentário

Comentários estão fechados

....

Veja também: