Servidor da Câmara William Motta cumpre pena na Apac de Santa Bárbara

O ex-chefe de gabinete da Câmara Municipal de Santa Bárbara, o servidor público William Motta, foi transferido para a Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) de Santa Bárbara.

Ele estava preso desde 27 de julho deste ano no presídio de Barão de Cocais, em decorrência da operação Apollo 13, deflagrada pela Polícia Civil. William Motta foi indiciado em três inquéritos abertos pelo Delegado de Santa Bárbara, Domiciano Ferreira Monteiro de Castro Neto, por suspeita de participação nos crimes de prevaricação, dispensa ilegal de Licitação, fraude em licitação e peculato.

William Motta assessorou o ex-presidente da Câmara de Santa Bárbara, José Ladislau “Dedé” Ramos e o presidente afastado Juarez Camilo Carlos, durante os seus últimos mandatos, entre os anos de 2014 a 2017. Dedé Ramos e Juarez Camilo continuam presos no presídio de Barão de Cocais, onde também estão os vereadores afastados Ermelindo Francisco Ferreira e Luís Fernando Hosken Fonseca, além do empresário Madson Geraldo Arcanjo.
*Leonel Marques

Comentário

Comentários estão fechados

....

Veja também: