Abate de bovinos cai no 2° trimestre, enquanto de frangos e suínos cresce

  

foto ilustrativa com suinos
O abate de bovinos caiu 4,5%, enquanto o de suínos cresceu 7,1% e o de frangos aumentou 7,4% no segundo trimestre de 2021, na comparação com o mesmo trimestre de 2020, segundo os resultados preliminares da Estatística da Produção Pecuária, divulgada hoje (12) pelo IBGE. Os resultados completos para o segundo trimestre de 2021 e para as unidades da federação serão divulgados em 10 de setembro de 2021.

De acordo com os dados preliminares, o número de cabeças de bovinos abatidas no trimestre foi 7,07 milhões, enquanto o abate de suínos somou 13,03 milhões e o de frangos 1,52 bilhão de cabeças.

Já na comparação com o primeiro trimestre de 2021, houve aumento no abate de bovinos (7,7%) e no de suínos (3,2%), enquanto o de frangos caiu (-3,0%).

No segundo trimestre deste ano, do total de bovinos abatidos, o resultado preliminar aponta uma produção de 1,87 milhão de toneladas de carcaças, retração de 1,9% em relação ao mesmo trimestre de 2020 e aumento de 8,6% em relação ao 1º trimestre de 2021.

Em relação aos suínos, o peso acumulado das carcaças atingiu 1,22 milhão de toneladas, que representa alta de 9,5% em relação ao 2° trimestre de 2020 e de 5,2% em comparação com o trimestre imediatamente anterior.

Já o peso das carcaças de frango foi de 3,58 milhões de toneladas, aumento de 10,5% na comparação anual e redução de 2,1% frente ao1º trimestre de 2021.
Fonte: Agência de Notícias IBGE