A funcionária pública municipal e advogada cocaiense Marlene Soares Marques, irmã caçula do jornalista e historiador Leonel Soares Marques, formada em Direito pela Faculdade de Itabira (Funcesi), na semana passada em uma sala da OAB no Fórum Omar Avelino Soares (tio avô de Marlene Marques) ela recebeu a carteira da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) das mãos do presidente da subseção da OAB/Barão de Cocais, advogado Wellington Pulinho e vice-presidente, advogado Antônio Eustáquio, que a parabenizaram. Ainda, além de funcionários do Fórum, estavam a irmã advogada Maria Alice Soares Marques e sua filha advogada Carolina (responsável pelas Pequenas Causas), ambas funcionárias do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) trabalhando no Fórum Omar Avelino Soares, marcaram presença no evento.

Marlene Soares Marques, filha caçula do casal Annibal Marques Pereira (Balico) e de Maria de Lourdes Soares Marques (dona Neném) nasceu no dia 8 de março de 1965, em Cel. Fabriciano (MG). Ela estudou o curso fundamental na Escola Estadual Odilon Behrens, em Barão de Cocais, e o ensino médio no Instituto Cultural Gercina Roscoe, no curso de Magistério (Normalista). Como professora atuou m escolas municipais e depois, por concurso público, na Prefeitura cocaiense na função de Secretária Escolar na Escola Municipal Maria da Glória Chamonge, no bairro da Lagoa, onde trabalha há mais de 10 anos. Ela estudou Licenciatura em Educação Básica, na Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), polo de Barão de Cocais, situada no prédio da Universidade Aberta do Brasil, no bairro Cidade Nova. Há cinco anos, Marlene Marques ingressou na Faculdade de Direito de Itabira (Funcesi) formando-se em setembro do ano passado e cinco meses depois foi aprovada na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MG) em janeiro deste ano. Ela recebeu a carteira da OAB na sexta-feira, dia 31 de agosto, e pretende abrir escritório de advocacia, especializado em Direito Administrativo.
*Leonel Marques

Comentário