class="post-template-default single single-post postid-14761 single-format-standard wp-custom-logo blog-post header-layout-default">

Foto ilustrativa de manipulação da vacina

A Anvisa informou que concluiu neste sábado, dia 9 a triagem inicial dos documentos submetidos pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para autorização de uso emergencial da vacina de Oxford.

De acordo com a triagem feita pelos técnicos da Agência, o pedido traz os documentos preliminares e essenciais para a avaliação detalhada da Anvisa.

A partir de agora, a equipe técnica vai se aprofundar na análise dos dados e informações apresentadas pela Fiocruz.

A checagem é uma conferência, uma triagem inicial, feita nas primeiras 24 horas para verificar se as informações essenciais sobre eficácia e resultados clínicos estão no processo para análise de uso emergencial pela equipe técnica da Agência.

Anvisa pede que Butantan complete dados sobre a CoronaVac

Para a avaliação do uso emergencial, a Anvisa também utiliza os dados que já haviam sido submetidos pelo laboratório por meio da submissão contínua, ou seja, pacotes de dados prontos enviados anteriormente enquanto outras etapas da pesquisa seguiam em andamento.