O arcebispo de Mariana, dom Airton José dos Santos, no dia 31 de outubro, quinta-feira, reuniu-se com 23 sacerdotes em Barão de Cocais, quando concelebrou a sua missa primeira na Matriz Santuário São João Batista do Morro Grande, primeiro projeto arquitetônico de Aleijadinho. No altar estavam o pároco da paróquia de São João Batista (Centro), padre José Antônio de Oliveira, o vigário paroquial Rodrigo Artur e o diácono permanente José Apolinário dos Santos, que saudaram o novo arcebispo de Mariana, dom Airton dos Santos.
Na homilia o arcebispo exportou aos 23 padres (ordenados há cinco anos) e quatro diáconos que serão ordenados sacerdotes ainda este ano, para que sejam firmes na missão de servir ao povo de Deus e corajosos no serviço do Evangelho. A celebração foi transmitida pela rádio Morro Grande FM, de Barão de Cocais, às 10h30. Logo após a missa, o arcebispo de Mariana reuniu-se com os sacerdotes e diáconos, no salão paroquial padre Telles, à portas fechadas. No dia seguinte, o diácono permanente, José Apolinário dos Santos Filho, foi homenageado pelos paroquianos, pelo aniversário dos 21 anos de diaconato na paróquia de São João Batista. Foi celebrada missa, tendo a presença do seu sobrinho, padre José Carlos dos Santos, escritor e professor do seminário São José e Faculdade Arquidiocesana de Mariana e ocupante do cargo de vigário episcopal da arquidiocese de Mariana.
*Leonel Marques

Comentário