Cartaz da exposição do MAB
A 5ª Temporada de exposições do Museu de Arte de Blumenau (MAB) tem abertura marcada para esta quinta-feira, dia 7, às 19h, com obras de artistas provenientes das cidades de Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), além dos artistas representados no acervo do museu. A visitação às exposições do MAB poderá ser feita até o dia 16 de fevereiro de 2020, de terça-feira a domingo, das 10 às 16 horas, sempre com entrada gratuita.

A temporada contará com as seguintes exposições: “Domingo”, de João Paulo (Curitiba/PR); “Sempre Viva”, de Nathan Braga (Rio de Janeiro/RJ); “Redesenhando a paisagem”, de Cláudia Lyrio (Rio de Janeiro/RJ); “Orifícios”, de Patrícia Pontes (São Paulo/SP); “Sacré Coeur de Marie”, de Maria do Carmo Verdi (São Paulo/SP) e “MAB – Gravuras do Acervo”, com obras de Abelardo Zaluar, Doraci Girrulat, Elke Hering, Juarez Machado, Maria Bonomi, Renina Katz e Roy Kellermann.

Além da conversa com os artistas e curadores, a noite multicultural contará com lançamento dos livros “Arte, Estética, Educação – uma perspectiva tridimensional” e Mural Cerâmico: marco de superação pela arte”, de Roseli Moreira; “Culinária Alemã do Vale do Itajaí – A Hora do Lanche”, de Artur Ellinger e Hellamari Hohl; “Águas Passadas Movem Moinhos”, de Henrique Pagnoncelli; declamação de poema por Raquel Gastaldi, representando a Sociedade Escritores Blumenau (SEB); apresentação do documentário “Odradekianas” e música com intergrantes da Banda Municipal de Blumenau.

Abertura
Quando: quinta-feira, 7 de novembro
Horários:
19h: conversa com os artistas expositores
20h: abertura da 5ª Temporada de Exposições do MAB, lançamento de livros, declamação de poemas, apresentação de documentário e show musical
Visitas: até 16 de fevereiro, de terça-feira a domingo, das 10h às 16h. Visitas mediadas podem ser marcadas pelo telefone 3381-6176
Classificação indicativa de idade: Livre
Entrada franca

As exposições:
Domingo, de João Paulo (Curitiba/PR)
Sempre Viva, de Nathan Braga (Rio de Janeiro/RJ)
Redesenhando a paisagem, de Cláudia Lyrio (Rio de Janeiro/RJ)
Orifícios, de Patrícia Pontes (São Paulo/SP)
Sacré Coeur de Marie, de Maria do Carmo Verdi (São Paulo/SP)
Gravuras do acervo do MAB: obras de Abelardo Zaluar, Doraci Girrulat, Elke Hering, Juarez Machado, Maria Bonomi, Renina Katz e Roy Kellermann

Lançamentos de livros
Arte, Estética, Educação – uma perspectiva tridimensional e mural cerâmico: marco de superação pela arte, de Roseli Moreira
Culinária Alemã do Vale do Itajaí – A Hora do Lanche, de Artur Ellinger e Hellamari Hohl
Águas Passadas Movem Moinhos, de Henrique Pagnoncelli
Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello