class="post-template-default single single-post postid-9012 single-format-standard wp-custom-logo blog-post header-layout-default">

Foto da exposição DreamWorks
O ranking anual publicado pela revista britânica The Art Newspaper, divulgado em abril, traz os números de público de instituições culturais e de exposições temporárias realizadas em vários países do mundo.

Liderando o ranking das 20 exposições com maior público, a exposição DreamWorks realizada no Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro (CCBB-RJ) entre 6 de fevereiro e 15 de abril de 2019. ocupa o 1º lugar, com um público de 663.265 visitantes, . A mesma mostra ficou em também em 2º lugar, com 605.674 visitantes, no Centro Cultural Banco do Brasil Belo Horizonte (CCBB-BH), entre 15 de maio e 29 de julho de 2019. Em 3º lugar, com 598.818 visitantes, ficou a exposição Ai Weiwei – Raiz, realizada no CCBB-RJ entre 21 de agosto e 4 de novembro de 2019.

Ainda entre as 20 mais visitadas, estão a mostra 50 anos de Realismo – do fotorrealismo à realidade virtual, com 356.867 visitantes, realizada no CCBB-RJ, entre 22 de maio e 29 de julho de 2019 (em 10º lugar); e, na 20ª colocação, a exposição Jean-Michel Basquiat – Obras da Coleção Mugrabi, com 378.846 visitantes, também no CCBB-RJ, entre 12 de outubro de 2019 e 7 de janeiro de 2020.

A exposição Ai Weiwei – Raiz, realizada no CCBB-RJ entre 21 de agosto e 4 de novembro de 2019, ficou em 3º lugar com 598.818 visitantes.

O Museu de Arte de São Paulo (MASP), o Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), a Oca do Parque do Ibirapuera (SP), o Instituto Tomie Ohtake (SP0 e o Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, o CCBB-SP e o CCBB-Brasília também aparecem na edição da Revista.

O Brasil tem sido destaque na publicação desde 2011, quando o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) iniciou o projeto Exposições no Brasil. O projeto consiste na coleta de dados de visitação das exposições realizadas no país no ano anterior e tais informações são enviadas para a revista britânica. Por dois anos (2011 e 2016, o Brasil ocupou o primeiro lugar no principal ranking da publicação, The Top 20, com as exposições O mundo mágico de Escher e O triunfo da cor: O pós-impressionismo, ambas no CCBB-RJ.
Fonte: Ibram