foto de flash da encenação da cavalhada em Brumal

A tradicional Cavalhada de Brumal, que completou 81 anos de fundação, será tema neste sábado, dia 15 de setembro, no Largo da Matriz, de uma exibição de documentário, um curta metragem de 45 minutos de duração, que será exibido para o público convidado. A filmagem conta a história de uma amizade perpetuada na feitura de uma festa popular, a Cavalhada de Santo Amaro que há 81 anos vem senso realizada em Brumal, distrito histórico, fundado em 3 de dezembro de 1704, pelo bandeirante Antônio Bueno.

Tudo começou em 1937, com os tropeiros Jorge Calunga e Amaro Antônio. Hoje, seus descendentes mantem viva a herança recebida, promovendo a Cavalhada, sempre na festa de Santo Amaro, em julho. O filme de Guilherme Reis, intitulado “Herança – A Cavalhada de Brumal”, tem como protagonistas Divino Lúcio, José Filomena, Naná, Zeca Xavier, Antônia Calunga, João Calunga e José de Mário.

A exibição do documentário neste sábado, será às 19h, ao ar livre no Largo de Brumal, ao lado da Matriz de Santo Amaro, de 1727. O roteiro, direção e edição, Guilherme Reis, produção executiva de produção, Ana Amélia Arantes, produção geral, Ângela Maris, produção de elenco, Alexandra Silva, produção de are, Dilce Mendes, direção de fotografia, Leonardo Good e Sérgio Gomes, desenho de som e mixagem, Guilherme Reis, música, Rafael Nelvan e edição e gravação das músicas, Marcos Frederico, inclusive a marcha composta por Yolando dos Santos, saudoso maestro da centenária Banda de Música Santa Cecília, de Barão de Cocais.
*Leonel Marques

Comentário