Foto da praça e igreja de Catas Altas

A Rede Globo-Minas, através do MG-TV 1ª edição, veiculada na tarde de sábado, dia 27 de janeiro, entrevistou atrizes e figurantes que gravaram a minissérie “Se eu fechasse os olhos agora”, que irá ao ar em janeiro de 2019 na Rede Globo. O MG-TV mostrou uma reportagem com duração de cinco minutos, mostrando o Santuário do Caraça, cartão postal de Catas Altas, a praça Monsenhor Mendes com o cruzeiro da igreja-matriz, o interior da Matriz Nossa Senhora da Conceição (1724) e os picos da Serra do Caraça ao fundo da praça Monsenhor Mendes e seu casario colonial, que sofreu intervenção para o cenário da minissérie.

Foram entrevistados as atrizes Débora Falabella, Thaina Duarte e Mariana Ximenes e o ator global, Enzo Romani, que foram filmados direto da praça Monsenhor Mendes. Ainda, foram entrevistadas duas das 200 figurantes da minissérie, Luciana Bragança e Letícia Oliveira, naturais de Catas Altas. O MG-TV poderá ser revisto na internet.

A cidade histórica tricentenária de Catas Altas foi escolhida para a gravação da minissérie da Globo, entre várias cidades do país e até do exterior. Anne Bourgeois, cenógrafa responsável pela minissérie, revelou que a equipe da Rede Globo tinha pouco tempo para encontrar uma cidade na qual “tivesse que desmanchar o mínimo possível” e esconder as interferências contemporâneas. Ela contou que cidades do interior do Rio de Janeiro, do Espírito Santo e até do Uruguai estavam na lista de opções para receber as gravações, mas ficaram para trás, quando Catas Altas foi descoberta pela internet. “Eu comecei a pesquisar cidades históricas pequenas. Um dia à noite estava no meu quarto olhando algumas cidades e dormi enquanto mexia no celular. No dia seguinte vi que a foto que estava aberta era da praça de Catas Altas, provavelmente foi a última imagem que abri antes de pegar no sono. Fiquei encantada com a serra [do Caraça], o casario e a praça com o cruzeiro da igreja matriz”, relembra a cenógrafa Anne Bourgeois.

O próximo passo da cenógrafa foi convencer toda a equipe da produção da Globo e escolher o município mineiro como cidade cenográfica para a minissérie “Se eu fechar os olhos agora”. “Mostrei as fotos para o diretor (Carlos Manga Jr) da Globo e decidi embarcar para conhecer Catas Altas e estudar a possibilidade de acoplarmos os mais de 30 cenários que tínhamos, em torno da praça de Catas Altas. Cheguei à cidade em setembro do ano passado e fiquei encantada. Liguei para o diretor Carlos Manga e falei: pode vir porque para mim, tem que ser aqui”, relembra a cenógrafa Anne Bourgeois.

Em outubro, ela e outros integrantes da produção retornaram à cidade e batem o martelo: Catas Altas foi a escolhida. As gravações começaram em novembro e duraram três meses, sendo encerradas nesta segunda-feira, dia 29 de janeiro.
*Leonel Marques

Comentário