Foto de comemoração de gol da Argentina (Foto: AFA)
A Seleção Argentina derrotou o Chile por 2 a 1 neste sábado (06) e conquistou o terceiro lugar na Copa América Brasil 2019, em partida disputada na Arena Corinthians, em São Paulo.
A Argentina abriu o placar aos 12 minutos, com um gol de Sergio Agüero e aos 22 Paulo Dybala ampliou para 2×0. Vidal descontou aos 14 do segundo tempo.
Messi, a principal estrela da competição, foi expulso por desentendimento com Medel, não participou da premiação pelo terceiro lugar. Em entrevista Messi disse que não há dúvida de que o Brasil será o campeão: “Lamentavelmente creio que [a Copa América] está armada para o Brasil”. “Não nos deixaram chegar à final”, protestou ele.
A Conmebol se manifestou em nota divulgada ontem mesmo, afirmando ser “inaceitável que, como resultado de incidentes típicos da competição, envolvendo 12 equipes, todas em igualdade de condições, foram lançadas acusações infundadas que não têm a verdade e questionam a integridade da Copa América”.
Mas as reclamações não foram só de Messi. O técnico Lionel Scaloni disse que o sentimento do jogo de hoje (ontem, sábado) é ainda mais estranho do que no outro dia, eu ainda não entendo os critérios do VAR nesta Copa.”