O número de casos suspeitos de Covid-19 a bordo do navio Costa Fascinosa, no porto de Santos, chegou a 40 nesta segunda-feira (6/4), sendo oito de pessoas que não tinham apresentado sintomas até a quarta-feira (1º/4).

No domingo (5/4), surgiram dois novos casos suspeitos. Com isso, a contagem de 14 dias para a quarentena na embarcação recomeçou e segue até o dia 19 de abril.

O navio também vai receber um novo médico, que deve embarcar até quarta-feira (8/4). Isso porque um dos médicos que estava a bordo precisou ser desembarcado no sábado (4/4) à noite, após um mal-estar. Ainda não há um diagnóstico conclusivo, mas a suspeita é de o médico tenha contraído Covid-19. Com um novo médico, a equipe de bordo voltará a ter quatro enfermeiros e dois médicos para fazer os atendimentos dos tripulantes.

Ainda na manhã de segunda-feira (6/4), a Anvisa autorizou que o Costa Fascinosa se deslocasse para a barra do Porto de Santos, uma área destinada a navios que estão em fundeio. O objetivo é permitir que o navio realize manutenções obrigatórias, exigidas pelas autoridades portuárias e pela Marinha.

A embarcação continua em quarentena e após esta operação deve atracar novamente no porto, para que a Anvisa continue o monitoramento da situação de saúde a bordo.