Com gasto em torno de 15 mil reais para alimentar cerca de 60 animais por mês, castrar uma média de sete e pagar atendimento veterinário para cerca de 70, a Sociedade Galdina Protetora dos Animais e da Natureza (SGPAN) precisa de ajuda com doação em dinheiro, ração, transporte, lares temporários e adoções. Infelizmente as pessoas vêm covardemente abandonando muitos animais doentes pelas ruas da cidade.  
O balanço da ONG, que será divulgado em breve, mostra a situação deficitária da entidade e quem quiser ajudar pode escolher entre as opções abaixo.

– Doações em dinheiro pela conta da ONG – Caixa ou lotéricas agência 1441, operação 003, conta corrente 00001943-2. O CNPJ é 10431376/0001-04
– Doação de ração e outros itens para cães e gatos – quem puder doar basta deixar na Clinica Cães e Cia, avenida Mundeus 51 – Mundeus.
– Doação de óleo de cozinha usado – basta deixar em recipientes que estão na Clinica Cães e Cia avenida Mundeus 51 – Mundeus, oficina Alinhauto – rua do Rosário 609 – Barro Preto/Centro;  Oficina do Paulo – rua Bruno de Brito 171 – Pedra Branca; Bazar da Cíntia – rua Francisco de Paula Castro, 268 – Bonsucesso; bar Curral de Rico, próximo ao Poliesportivo.
– Doação pela conta do SAAE – os folhetos podem ser retirados em Clínica Veterinária Cães e Cia (Clínica do Horácio), na avenida Mundeus, nº 51, Oficina do Paulo na rua Bruno de Brito, 171 – Pedra Branca; Loja Mineirinho, Av. Carlos Cruz, 559 – José Brandão, Oficina Alinhauto na rua do Rosário, 609 – Barro Preto, Loja Tricotage, travessa Governador Valadares, 22 – Centro. O folheto preenchido poderá ser entregue no SAAE de 7h30 às 17 horas e também nos comércios citados acima.

– Alimentar e dar água aos animais que estão nas ruas – a SGPAN pede às pessoas que os alimentem porque, sem água e comida, adoecerão mais facilmente.
– Fazer transporte e dar lar temporário – quem puder , basta contatar pelo http://www.facebook.com/sgpancaeteong

A SGPAN e sobrevive de doações para agir no socorro a animais de rua doentes, atropelados, envenenados, ninhadas abandonadas, encaminhamento para castração e adoção, entre outros. 

Comentário

Matéria de divulgação