class="post-template-default single single-post postid-1480 single-format-standard wp-custom-logo blog-post header-layout-default">

Uma equipe de profissionais comandada pelo cineasta Guilherme Reis, da produtora Postura Digital, esteve no distrito de Brumal, distante seis quilômetros do centro de Barão de Cocais. Ele veio para as gravações das últimas cenas do longa metragem que deve contar a história da Cavalhada de Brumal, que completou 80 anos de fundação. Dezenas de figurantes principalmente de Brumal e também dos povoados de Cubas e Sumidouro, já participaram das filmagens. Segundo o diretor Guilherme Reis, as cenas filmadas tiveram como ator principal o cavaleiro Divino Lúcio servindo para montagem dos cartazes de divulgação do longa metragem.

“A gente veio de Santa Bárbara a Brumal, para fazer umas poucas imagens que a gente sentiu falta na edição do filme que está na finalização”, explicou. O diretor Guilherme Reis disse que o documentário já está praticamente pronto. A gente agora entrou na etapa de tratamento do som, tratamento da imagem e a parte de divulgação. Trouxemos o designer Igor Vermelho para fazer as fotos do cartaz. Por isso foi fotografado o Divino Lúcio em Brumal, em frente à Igreja Matriz de Santo Amaro (1727) para fazer o cartaz de divulgação, informou Guilherme Reis. Ainda de acordo com o diretor, a Prefeitura de Santa Bárbara confirmou o apoio e deve custear a primeira exibição a ser realizada no Largo de Brumal.

O filme ainda nã0o tem data específica para seu lançamento. A Prefeitura vai abrir um processo de licitação para contratar uma empresa para fazer a exibição e lançamento no distrito de Brumal, onde haverá um telão e as cadeiras para a comunidade assistir ao filme, em primeira mão, o que deve ocorrer em maio, dependendo da licitação. O longa metragem ainda sem nome definido terá 70 minutos de duração. A trilha sonora é do músico Rafael Nelvan, de Belo Horizonte, e foi executada pela centenária Banda de Música Santa Cecília, de Barão de Cocais. As filmagens foram iniciadas em outubro do ano passado e finalizadas este ano, no final do mês de abril.
*Leonel Marques

Comentário