Foto de animal chegando para a Expointer
Os agricultores familiares terão maior participação na 42ª edição da Expointer, com 285 expositores na 21ª Feira da Agricultura Familiar que acontece dentro da Expointer, em Esteio, Rio Grande do Sul, de sábado, dia 24, a 1º de setembro. Será a maior feira de agricultura familiar já realizada no evento.que é uma dos maiores feiras do agronegócio brasileiro.

São mais de 7 mil metros quadrados. Os estandes serão divididos entre 247 agroindústrias; 65 empreendimentos de artesanato rural, plantas e flores; e quatro cozinhas do Rio Grande do Sul, mais cinco empreendimentos rurais do Rio de Janeiro, 10 de Minas Gerais e 1 do Amapá. O número de inscrições é 9,5% maior do que no ano passado, quando 285 expositores participaram da feira.

A feira é organizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Emater/RS-Ascar, Federação dos Trabalhadores na Agricultura no RS (Fetag), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RS (Fetraf-Sul) e Via Campesina.

Ao todo, serão 139 municípios do Estado representados no local. “Os visitantes poderão conhecer e adquirir alimentos tradicionais e inovadores, que cumprem as exigências tributárias, sanitárias e ambientais, além de representar um modo de produção diferenciado, ligado ao localismo, à tradição e à cultura alimentar e a um modo de produção menos intensivo”, destaca a engenheira de alimentos e extensionista rural e social da Emater/RS-Ascar, Bruna Bresolin Roldan.

Neste ano, 55 empreendimentos participarão pela primeira vez da Expointer, como a família Rojhan, que fabrica embutidos em Sapiranga, na localidade de Picada Verão, e levará para a feira 16 tipos de produtos como salames, linguiças, lombo e filé de suíno defumados, salsichão e bacon. Segundo Danilo Rojhan, proprietário da agroindústria junto com a esposa Edina e os filhos Ruana e Vitor, a empresa processa de 2 mil mil a 2,5 mil quilos de suínos, que a família vende, principalmente, na feira municipal de Sapiranga. Neste ano, a produção foi suficiente para a realização do sonho antigo de participar da Expointer.

Em 2018, além de completar 20 anos com sucesso reconhecido de público e vendas, o Pavilhão da Agricultura Familiar dobrou de tamanho, passando de 3,5 mil metros quadrados para 7,6 mil metros quadrados. O novo espaço possibilitou a ampliação da praça de alimentação para 410 lugares e a criação de um depósito interno, que facilita a reposição dos produtos das agroindústrias.

Outra novidade desta edição será a Cozinha Show, iniciativa da Emater/RS-Ascar com apoio do curso de Gastronomia da Universidade de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). O espaço tem por objetivo divulgar e valorizar os alimentos produzidos pelas agroindústrias familiares e comercializados no pavilhão, que serão usados em receitas elaboradas por chefs de cozinha.