Nesta segunda-feira, dia 15 de janeiro, foi confirmado, a partir de resultados laboratoriais liberados pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), um novo caso de febre amarela silvestre no estado de Minas Gerais. O caso aconteceu no município de Goianá, na Regional de Saúde de Juiz de Fora e teve evolução para óbito.

Agora são 12 casos confirmados de febre amarela silvestre em Minas Gerais no período 2017/2018, sendo que 11 evoluíram para óbito. Dos 11 óbitos, quatro ocorreram em Nova Lima – o município aparece com o maior número de mortes confirmadas por febre amarela no período 2017/2018.

Outros 34 casos suspeitos, sendo oito óbitos, continuam em investigação pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais.

Caeté já aparece no mapa com três casos suspeitos, em investigação. O mapa ainda não registra nenhum óbito para o município de Caeté.

Comentário

Comentário