Foto de estudantes antes de entrarem para a prova
O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) anunciou na tarde desta quarta-feira, dia 20, o adiamento das provas do Enem 2020. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao previsto nos editais, segundo Nota Oficial divulgada pelo MEC. As provas deverão ocorrer em dezembro ou janeiro. As inscrições continuam em andamento até sexta-feira, dia 22.

Senado aprovou ontem, terça-feira (19) projeto de lei adiando o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A Câmara está reunida com o tema na pauta para discussão e votação do adiamento pelo plenário.

O Ministério da Educação havia nunciado que o governo iria abrir no final junho consulta direta, por meio da internet, aos candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para decidir a data de realização das provas deste ano.

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, disse na sexta-feira (15) ser “muito cedo para discutir a possibilidade de adiar o Enem.

O MEC divulgou a seguinte Nota Oficial:

“Atento às demandas da sociedade e manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e digital.

“As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao previsto nos editais. Para tanto, o Inep promoverá uma enquete junto aos inscritos para o Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o Enem 2020 seguem abertas até 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio.”