Foto de vista parcial da cidade
Um levantamento feito pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) revela que houve uma redução na concentração de Dióxido de Nitrogênio (NO2) na Região Metropolitana do Rio.

Esse poluente é emitido principalmente pela queima de combustível, em veículos e atividades industriais.

Na estação de monitoramento da qualidade do ar localizada em área de abrangência do Distrito Industrial de Santa Cruz, os resultados mostram uma redução de 77% na concentração local de NO2 e de 45% em Duque de Caxias, entre 23 e 25 de março, se comparado ao período anterior às ações de distanciamento social.

O Inea monitora a qualidade do ar por meio de 58 estações que medem continuamente parâmetros meteorológicos e as concentrações de poluentes dispersos no ar.

Leia também:
Cetesb constata diminuição da poluição em SP durante a quarentena