Foto decorativa, compras
O IPC-S de 22 de junho de 2020 registrou variação de 0,09%, ficando 0,22 ponto percentual (p.p.) acima da taxa divulgada na última apuração. Todas as sete capitais pesquisadas registraram acréscimo em suas taxas de variação.

Quadro demonstrativo do índices por capiatal

O IPC-S da cidade de Brasília (IPC-S/Brasília) de 22 de junho de 2020, o mais alto das capitais pesquisadas, subiu 0,40%, ficando 0,34 ponto percentual acima da taxa registrada na última divulgação.

Nesta edição, em Brasília, seis das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram aceleração em suas taxas de variação, entre as quais se destacam os grupos: Transportes e Educação, Leitura e Recreação, cujas taxas passaram de 0,48% para 1,31%, e de -1,83% para -1,03%, respectivamente.

O índice foi alculado com base nos preços coletados entre os dias 23 de maio de 2020 e 22 de junho de 2020 comparados aos coletados entre 23 de abril de 2020 e 22 de maio de 2020.