Foto do ministro Sérgio Moro

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro se afasta do cargo, de licença não remunerada, para tratar de “assuntos particulares”. A licença, entre os dias 15 a 19 de julho, foi concedida pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

O afastamento sem vencimentos está fundamentada pela Lei 8112/90. A assessoria do ministro informou que neste período Moro estará de férias. Por ter assumido o cargo em janeiro, foi usado o recurso da licença. Durante a ausência de Moro, o secretário executivo Luiz Pontel responderá interinamente pelo ministério.

O despacho que concede a licença a Sérgio Moro está na edição do Diário Oficial da União de hoje, dia 8 de julho.