class="post-template-default single single-post postid-12598 single-format-standard wp-custom-logo blog-post header-layout-default">

Foto ilustrativa, atendimento ambulatorial
A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) lançou nesta quinta-feira (17) uma campanha regional para melhorar a segurança dos profissionais da saúde, especialmente em razão da pandemia da Coid-19.

A campanha, que marca a comemoração do Dia Mundial da Segurança do Paciente, 17 de setembro, enfatiza a importância do pessoal de saúde como prioridade para a segurança do paciente.

“Hoje, enquanto comemoramos o Dia Mundial da Segurança do Paciente, peço a todos que se unam para falar pela segurança dos profissionais da saúde”, disse a diretora da OPAS, Carissa F. Etienne.

Os objetivos do Dia Mundial da Segurança do Paciente são aprimorar a compreensão global sobre o tema, aumentar o engajamento público na segurança da atenção à saúde e promover ações mundiais para aumentar a segurança e reduzir os danos aos pacientes.

A campanha tem como tema “Segurança do profissional de saúde: uma prioridade para segurança do paciente”; o slogan: “Profissionais de saúde seguros, pacientes seguros”; e com o chamado à ação “Defenda a segurança dos profissionais de Saúde”.

“Chamo nossos Estados-membros e seus parceiros para garantirem condições de trabalho seguras e decentes para os profissionais de saúde, acesso à formação e equipamento de proteção e igualdade salarial”, disse a diretora da OPAS, referindo-se especialmente às mulheres, que constituem quase 75% da força de trabalho da saúde e enfrentam múltiplas cargas.

A OPAS pede aos parceiros e países que desenvolvam campanhas nacionais e locais baseadas na campanha regional; a apoiar e observar a data para torná-la bem-sucedida; e a tomar medidas urgentes para reconhecer a segurança do profissional de saúde como um pré-requisito para a segurança do paciente e qualidade do atendimento.