Prefeito do Rio diz que vai definir medidas mais restritivas para conter covid-19

  

Foto ilustrativa de restrições

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, disse hoje, quinta-feira (18), que vai reunir o comitê científico que assessora a gestão municipal, na próxima segunda-feira (22), para definir medidas mais restritivas para conter o avanço do novo coronavírus. “A antecipação dos feriados do mês de abril certamente será uma delas”, escreveu no Twitter.

Mais cedo, ao participar da inauguração do BioParque do Rio, o antigo Jardim Zoológico da cidade, Paes disse estar discutindo a possibilidade de antecipação dos feriados da Semana Santa, de Tiradentes e de São Jorge já para os próximos 10, 15 dias, “para que a gente possa ter um momento de interrupção da transmissão do vírus”.

O prefeito do Rio também afirmou que conversou com o governador em exercício, Cláudio Castro, para que as medidas sejam adotadas em toda a região metropolitana. “Não é admissível que a gente tome aqui medidas e a gente não tenha no nosso entorno imediato também essas medidas tomadas”, disse.

“Faço um apelo ao governo federal por ações efetivas de diminuição do sofrimento da população mais pobre e de atividades econômicas que sofrem com a pandemia”, acrescentou Paes, na rede social.

A taxa de ocupação da rede do Sistema Único de Saúde (SUS) na capital fluminense está em 95% para leitos em unidade de terapia intensiva (UTI) e em 79% para leitos de enfermaria.