class="post-template-default single single-post postid-15077 single-format-standard wp-custom-logo blog-post header-layout-default">

foto de do avião após a queda

A queda de um pequeno avião, logo após a decolagem, na manhã deste domingo (24), causou a morte de quatro jogadores e do presidente do Palmas-TO, além do piloto. A aeronave foi tomada pelas chamas, após a queda em um piista de pouso particular no distrito de Luzimangues (TO), a cerca de oito quilômetros da capital Palmas. Morreram o presidente do clube, Lucas Meira, de 32 anos; os jogadores Lucas Praxedes (23 anos), Guilherme Noé (28), Ranule (27), e Marcus Molinari (23), além do piloto da aeronave, identificado apenas como Wagner.

O time da Série D do Campeonato Brasileiro viajaria nesta manhã para Goiânia, onde jogaria nesta segunda-feira (25) com o Vila Nova, em partida das oitavas de final da Copa Verde. A partida foi suspensa pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Em nota de pesar a entidade disse estar “profundamente consternada”, se solidarizou com as famílias das vítimas, e decretou que seja respeitado um minuto de silêncio em todos os jogos deste domingo no país.

A tragédia causou comoção e inúmeras homenagens foram publicadas nas redes sociais. O Vila Nova, que enfrentaria o Palmas amanhã, foi um dos primeiros a postar mensagem de pesar.
*Agência Brasil