Foto da Praça de São Sebastião, em Manaus

Dados regionais da Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil, divulgados na última sexta-feira (20), apontam que o Norte é a região que mais cresceu no segmento de hospedagens durante o segundo trimestre de 2019. Além disso, a região é a que aponta maior expectativa de crescimento. A pesquisa, realizada pelo Ministério do Turismo, compara a percepção dos empresários do setor quanto ao desempenho dos estabelecimentos no segundo trimestre de 2019 com o mesmo período do ano passado, além de avaliar a perspectiva para o próximo semestre.

Segundo o boletim, os empresários de hotelaria da região Norte foram os que mais aumentaram seu faturamento dentre as demais regiões: 36,3% deles disseram ter tido alta na receita da empresa este ano e 64,7% acreditam que vão faturar ainda mais nos próximos seis meses. Já 35,4% dos entrevistados disseram que houve aumento na rentabilidade do setor de turismo no segundo trimestre deste ano. Além disso, 46,6% afirmaram que têm perspectiva de crescimento para os próximos seis meses. Quanto à demanda pelo destino, 38,8% dos empresários afirmaram que houve aumento e 52,1% creem no avanço ainda maior para os próximos meses.

Os dados, que acompanham o otimismo registrado pelo boletim nacional da pesquisa, divulgado neste mês, mostram que a despesa dos visitantes na região também cresceu na comparação entre abril e junho de 2019 e 2018: 31,7% dos entrevistados afirmam que o gasto do turista aumentou em seus estabelecimentos e 57,3% apostam em um gasto ainda maior até janeiro de 2020. Além disso, 79,8% dos empresários de meios de hospedagem do Norte pretendem investir em seus negócios nos próximos seis meses e 35,1% esperam contratar mais funcionários.

A pesquisa faz parte da segunda etapa da Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil, promovida pela Subsecretaria de Inovação de Gestão do Conhecimento do MTur por meio de questionário eletrônico. São consultadas empresas de hospedagem de todos os portes, entre hotéis, pousadas, resorts e acampamentos turísticos. Ao todo, 1.173 empresários do setor hoteleiro, de todas as Unidades Federativas do Brasil, responderam às perguntas em todo o mês de julho de 2019. A pesquisa teve apoio das secretarias e órgãos estaduais de Turismo e entidades representativas do ramo hoteleiro. Acesse aqui a sondagem na íntegra.