Imagem decorativaA Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), manifestou-se nesta sexta (12) favorável à PEC que institui a Reforma da Previdência Social, como forma de garantir a sustentabilidade do sistema no longo prazo.

“O aumento da expectativa de vida da população brasileira e a queda na taxa de natalidade, aliada ao crescente déficit na conta previdenciária, tornam a reforma necessária e urgente a fim de garantir sustentabilidade do sistema para os futuros aposentados”, assegura a FecomercioSP

Para a Entidade, a demora na votação da reforma é um retrocesso para a economia brasileira, empurrando o problema para frente. Segundo ela, a aprovação completa da reforma é indispensável e urgente para que possa ser implantada de forma gradual, garantindo o equilíbrio do sistema.

Para a FecomercioSP as restrições estipuladas para evitar as aposentadorias precoces que abalaram a Previdência são consistentes, pois eliminam a modalidade de aposentadoria apenas por tempo de contribuição, que não exigia idade mínima. Ela é, agora, estabelecida em 65 anos para homens e mínimo de 20 anos de contribuição; e 62 anos para mulheres e mínimo de 15 anos de contribuição.