Foto do plenário do Senado
A Ordem do Dia do Senado, desta terça-feira (18), será aberta com o projeto (PDL 233/2019) que susta o decreto do governo que amplia as possibilidades de porte de arma. O projeto foi aprovado, em conjunto com outras seis propostas, na quarta-feira (12) na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Segundo o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, foi feito um acordo com as lideranças para que a matéria, de iniciativa do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), seja apreciada no Plenário nesta semana.

O decreto assinado em maio pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, concede porte a 20 categorias profissionais e aumenta de 50 para 5 mil o número de munições que o proprietário de arma de fogo pode comprar anualmente. Medidas que facilitam o acesso a armas e munição faziam parte das promessas de campanha de Bolsonaro.