class="post-template-default single single-post postid-5748 single-format-standard wp-custom-logo blog-post header-layout-default">

Foto de Transporte urbano bh

A partir de 0h de domingo (3/11), a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) vai implementar mais uma etapa do reequilíbrio tarifário unitário do metrô de Belo Horizonte. Por este motivo, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) informa que as tarifas de integração das linhas do Sistema de Transporte Metropolitano também serão readequadas. A diferença de R$ 0,25 do reajuste será totalmente repassada à CBTU.

Para os passageiros que não utilizam a integração com o metrô, as tarifas dos coletivos metropolitanos permanecem inalteradas. No cálculo das novas taxas, as empresas de ônibus continuarão recebendo os mesmos valores.

A Seinfra disse que já comunicou às empresas, que operam as 124 linhas integradas ao metrô, para adotarem as providências necessárias para a cobrança dos novos valores da tarifa reajustada, conforme Resolução nº 16, de 31/10.

Cartazes serão afixados dentro dos ônibus, informando a nova tarifa de integração. A CBTU ainda vai implementar outras duas recomposições tarifárias em 2020, em 5/1 e 7/3.
A Seinfra assegurou que antes de cada data vai comunicar as alterações.

Veja, a seguir, a relação das tarifas das linhas metropolitanas integradas ao metrô:

Tabela das tarifas