Foto da fachada do Teatro Sete de Abril

No ano em que completa 185 de sua inauguração, o Teatro Sete de Abril, em Pelotas (RS), recebe um importante presente: será completamente restaurado, com recursos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), autarquia federal vinculada ao Ministério da Cidadania. A obra será iniciada na primeira semana de setembro, contando com investimentos de R$ 6 milhões e uma previsão de duração de 18 meses, conforme informações o Iphan.

A primeira etapa da obra será executada pela Prefeitura Municipal de Pelotas, e inclui a completa restauração do edifício e implantação de nova climatização, além das devidas adequações de acessibilidade e prevenção de incêndio. O Iphan também irá promover uma segunda etapa de investimentos, para a aquisição dos equipamentos necessários à plena utilização do espaço cultural, como sonorização e cenotecnia. “Essa restauração é da maior importância e nós do Iphan e do Ministério da Cidadania estamos muito empenhados para que tudo corra a contento”, celebrou a presidente do Iphan, Kátia Bogéa.

Único teatro público de Pelotas, o Teatro Sete de Abril, localizado na Praça Coronel Pedro Osório, encontra-se fechado por conta de seu estado de conservação. Nesse sentido, a obra de restauração permite a recuperação do bem, resgatando sua importância arquitetônica para o conjunto da cidade, mas também devolvendo para a comunidade local seu espaço de cultura, fruição e lazer.

Casa das artes pelotense
O Teatro Sete de Abril foi inaugurado em 1834 e, ao longo de todo esse tempo, cumpriu uma fundamental importância cultural para a cidade de Pelotas e região. O edifício, tombado pelo Iphan como Patrimônio Cultural Brasileiro desde a década de 1970, recebeu centenas de espetáculos nacionais e internacionais, inúmeras companhias de ópera, um cinema e abrigou a Filarmônica Pelotense. Construído em dois pavimentos, a partir de projeto do engenheiro militar alemão Eduardo Von Kretschmar, o espaço passou por duas reformas anteriores, ganhando relevantes características do art nouveau.

A restauração do edifício é parte de uma série de intervenções que o Iphan vem promovendo no Rio Grande do Sul, nas cidades de Pelotas, Jaguarão, São Miguel das Missões e Porto Alegre. Em Pelotas, também está sendo executada a requalificação da Praça Coronel Pedro Osório, onde se localiza o Teatro Sete de Abril, somando investimentos de R$ 1,08 milhão. Ao todo, são previstos recursos de quase R$ 33 milhões na cidade.