População terá acesso às cachoeiras da Pedra Furada e do Encanto e ao Poço do Campari

Foto de cachoeira no Ibitipoca

Visitantes do Parque Estadual do Ibitipoca, em Minas Gerais, unidade de conservação gerenciada pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) nos municípios de Lima Duarte e Santa Rita do Ibitipoca, na Zona da Mata, ganharam três novos atrativos a partir deste domingo, 11 de novembro. A gerência do parque incluiu no Circuito do Peão os acessos às cachoeiras da Pedra Furada, do Encanto e ao Poço do Campari por uma nova trilha com cerca de um quilômetro de extensão.

De acordo com a gerente do parque, Clarice Silva, os três locais naturais oferecem a possibilidade de banho, o que deve ajudar a desafogar o fluxo em direção à Janela do Céu, principal atrativo do Ibitipoca. A gestora explica que a trilha foi aberta com técnicas de manejo sustentáveis, que são caminhos que evitam processos de erosão. No novo percurso, foram implantadas estruturas para dar segurança tanto para o visitante, quanto para o meio ambiente.

A gerente destaca ainda a participação da comunidade no trabalho e lembra que o envolvimento das pessoas é muito importante para fortalecer os laços com a unidade de conservação. “A trilha foi feita pela equipe do parque em conjunto com mais de 50 voluntários. Além da mão de obra voluntária, também recebemos doações de materiais”, diz.

“O trabalho feito com a participação da comunidade do entorno do Ibitipoca faz com que o sentimento de pertencimento e a valorização da conservação ambiental estejam cada vez mais fortes na região”, acrescenta a gestora.

A intenção é, futuramente, trabalhar a possibilidade de abertura de mais atrativos. O Parque Estadual do Ibitipoca recebe cerca de 100 mil visitantes por ano e fica aberto diariamente, de 7h às 17h. As visitas na nova trilha já estão liberadas.