Foto ilustrativa: Bloco residencial em Brasília
O Ministério da Economia informou terça-feira (13/8) que o governo tem como meta alienar 3.775 imóveis até 2022. Os ativos que devem ser vendidos estão localizados em todos os estados e no Distrito Federal e a expectativa de arrecadação gira em torno de R$ 36 bilhões.

“Nosso objetivo é mudar a cultura do acúmulo de bens imóveis, implementando o uso racional e a parceria com o setor privado”, destacou Fernando Bispo. “Queremos fazer uso dos ativos para a promoção do desenvolvimento socioeconômico. Essa é a transformação que estamos promovendo”.

A declaração foi feita durante reunião com representantes da empresa Cerberus Capital Manegement. Eles estão no Brasil para conhecer os planos do governo para desinvestimento imobiliário, além de compartilhar a experiência internacional na compra de imóveis governamentais e as possibilidades de desenvolvimento socioeconômico desse ativo”.

“Estamos trabalhando para a racionalização e o desinvestimento desses imóveis. Os ativos devem ser usados para promoção do desenvolvimento socioeconômico”, declarou o secretário.