Visitação está liberada no Parque Nacional de Abrolhos

  

Foto do Arquipélago de Abrolhos
A partir desta sexta-feira (08/11), o Parque Nacional Marinho de Abrolhos, no sul da Bahia, volta a receber turistas. A visitação foi suspensa desde o último domingo (3), em decorrência do vazamento de óleo no Arquipélago. Segundo a direção do parque, o fechamento tinha o objetivo de minimizar ao máximo riscos à saúde dos visitantes.

O arquipélago de Abrolhos é diariamente monitorado por meio de rondas de navios da Marinha, drones e da atuação de mergulhadores autônomos, embarcações de pescadores voluntários, pesquisadores, ONGs, voluntários e da equipe do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O parque é um dos principais berços da biodiversidade marinha do Atlântico Sul. Inaugurado em 1983, é a primeira unidade de conservação marinha do país.

O estado da Bahia, do Rio Grande do Norte, da Paraíba, de Sergipe e Pernambuco estão com as praias limpas segundo dados do Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), formado pela Marinha do Brasil (MB), Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Até esta quinta (7), as localidades que ainda permanecem com vestígios de óleo, com ações de limpeza em andamento são Cumbuco, Barra do Cauípe, no Ceará; Maragogi, Japaratinga, Barra de São Miguel, Feliz Deserto e Piaçabuçu, em Alagoas.